Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Como aplicar a psicologia das cores nas roupas?

As cores são visualmente atrativas, transmitem mensagens e produzem sensações. No cenário da moda, constroem e fortalecem a imagem da marca, orientam as decisões da coleção e podem ser fatores decisivos no momento da compra.

Neste post, abordaremos a relação entre a psicologia das cores e as roupas, o significado das principais tonalidades e como usá-las a seu favor. Continue a leitura e planeje a sua próxima coleção!

Entenda a teoria

Compreender o que é a psicologia das cores é o pontapé inicial para escolher as nuances da sua coleção. Basicamente, o estudo observa e identifica padrões na maneira com que as cores são percebidas pelo nosso cérebro.

Ou seja, mesmo que cada pessoa tenha a sua própria percepção, os estímulos das cores são praticamente os mesmos.

Tonalidades quentes, como o vermelho, o laranja e o amarelo, costumam ser lidas como alegres, estimulantes e dinâmicas. Já os tons frios, como o azul, o verde e o roxo, são frequentemente associados à tranquilidade e seriedade.

psicologia das cores nas roupas quentes e frias

Cores quentes geram estímulos alegres e dinâmicos; tons frios transmitem tranquilidade e equilíbrio.

Conheça os significados

Antes de entender o significado das cores na moda e saber como usá-las na sua confecção, é preciso conhecer as associações mais recorrentes das principais tonalidades:

Azul

A cor fria relaciona-se com as sensações de harmonia, confiança, credibilidade, tecnologia e inteligência. Enquanto os tons escuros transmitem profundidade e sabedoria, os mais claros comunicam delicadeza e suavidade.

Vermelho

Tom quente que estimula a ação e representa a sensualidade, a extroversão, a transgressão, a energia e a coragem. Em tonalidades mais escuras, exprime firmeza e elegância.

psicologia das cores nas roupas tons vermelhos

O vermelho é uma ótima escolha para quem quer produzir peças expressivas.

Amarelo

Alegria, abundância, criatividade, curiosidade, jovialidade e otimismo são os principais significados do amarelo. Assim como o vermelho, é uma cor que chama atenção e desperta atitude.

Verde

Conhecido por representar a natureza e a esperança, o verde também simboliza o equilíbrio, a tranquilidade, a juventude, a liberdade, a renovação, o crescimento e a boa sorte.

psicologia das cores tons verdes

As variações de verde funcionam muito bem na moda, especialmente em coleções veranis e beachwear.

Rosa

Unindo o branco e o vermelho, o rosa simboliza o meio-termo entre a calmaria e a euforia. É frequentemente associado ao universo da fantasia, delicadeza, simpatia e romantismo.

Roxo

O tom relaciona-se com as noções de mistério, poder, criatividade, intimidade e transformação. Costuma ser aplicado em contextos onde busca-se fugir do convencional.

psicologia das cores tons roxos

O roxo é um tom frio que chama atenção e promete diferenciar as peças da coleção.

Laranja

Tal qual o vermelho, é um tom quente, convidativo e energético, mas sem deixar o indivíduo em estado de alerta. Também sugere calor, simpatia, determinação, otimismo e diversão.

Cinza

A aplicação do cinza representa solidez, modernidade, intelectualidade, inovação e tecnologia. É uma tonalidade neutra que, quando combinada a outras cores, tende a destacá-las.

psicologia das cores tons cinzas

Os tons neutros, como o cinza, são perfeitos para multiplicar as combinações de cores da coleção.

Marrom

A cor está atrelada aos sentimentos de estabilidade, materialidade, segurança e aconchego. É uma nuance neutra, que permite inúmeras combinações e costuma fazer parte de muitas paletas de cores da moda.

Preto

Presente em quase toda coleção de moda, é a cor do mistério, da introversão e da elegância. Por conta de sua versatilidade, é frequentemente combinada com outros tons, refletindo seus significados.

Além de ser democrático, o preto serve como plano de fundo para outras cores e estampas.

Branco

O branco realça a luz de outras tonalidades e cria contraste com a maioria dos elementos. Paz, inocência, clareza, perfeccionismo, tranquilidade e frescor são algumas das associações da cor.

Aplique na moda

A primeira dica para usar a psicologia das cores na moda é conciliar os padrões de sensações com a imagem da marca. Se a sua confecção trabalha com beachwear em cores e estampas vivas, basear uma coleção em tons neutros pode ser uma escolha equivocada.

Conhecer o perfil do consumidor também é essencial para determinar as cores da sua coleção de roupas. Investir em tons modernos ou seguir as tendências de cores do mercado é mais indicado para públicos que respondem positivamente a propostas ousadas.

Outra dica é acreditar no poder das combinações e utilizar o círculo cromático para multiplicar as possibilidades. Com ele, é possível montar propostas suaves, neutras, fashionistas e personalizadas. Unir cores complementares, por exemplo, garante um visual criativo e descontraído.

Aplicar a psicologia das cores nas roupas é apostar em uma coleção envolvente e bem pensada. Dedique um tempo extra no mapa da coleção para escolher a paleta de cores e tenha uma coleção que combina com a sua marca e é capaz de engajar o seu público.

A Digitale Têxtil, especialista na produção de tecidos tecnológicos, está pronta para te ajudar a escolher as melhores cores e estampas para a sua próxima coleção. Clique no banner e conheça a loja virtual!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio