Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Quais são as normas para confecção de lingerie?

A confecção de lingerie e a aceitação do produto pelo público envolvem três decisões importantes: modelagem, conforto e tecido. Com as escolhas certas, esses aspectos trabalham a favor da produção para gerar roupas íntimas e de dormir alinhadas às expectativas dos consumidores.

Na prática, a fabricação de peças íntimas tem regras a serem seguidas, que, quando cumpridas, otimizam a produção, reduzem devoluções e aumentam a satisfação dos clientes.

De forma geral, as confecções devem buscar a modelagem ideal, costuras confortáveis, aviamentos harmônicos e tecidos de qualidade. Neste artigo, vamos explicar quais são as normas para a produção de lingerie. Conheça!

industria-4.0-setor-textil

Etiquetas para lingerie

Uma etiqueta informativa e bem elaborada é fundamental para que o consumidor avalie se o produto se encaixa nas suas necessidades, saiba se os métodos de conservação, lavagem e secagem podem ser aplicados na sua a rotina e receba orientações para que a peça dure mais.

São seis itens obrigatórios nas etiquetas, segundo a nova portaria do Inmetro, 296/19:

  • Razão social ou marca do fabricante ou importador
  • CNPJ do fabricante ou importador
  • Composição das fibras
  • Cuidados de conservação em símbolos e/ou textos
  • País de origem, com a expressão “Feito no(a)”, “Fabricado no(a)” ou “Indústria”
  • Tamanho da peça

Segundo o Inmetro, o meio como as fábricas comunicam essas informações é o menos importante. Elas podem aparecer tanto como etiqueta estampada, bordada, jacquard, silkada na peça ou aplicada diretamente no tecido. Veja dois exemplos:

confeccao-de-lingerie

Exemplos de etiquetas formuladas na forma correta e incorreta.Foto: Reprodução Normas para Confecção de Lingerie/Sebrae e ABNT.

O segundo exemplo acima está errado porque as novas normas para etiquetas de produtos têxteis proíbem a abreviação da indicação do país de origem (“Ind. Brasileira”), além de os cuidados com a peça serem pouco esclarecedores.

Pelo CNPJ e razão social, o consumidor sabe quem produziu ou importou a peça. Já a composição do tecido serve para que o cliente se oriente sobre a fibra utilizada para fabricação. Enquanto alguns valorizam as fibras naturais, em razão da respirabilidade, outros preferem as manufaturadas, pela facilidade de manuseio e caimento diferenciado.

O tamanho guia o consumidor para uma melhor compra, e os cuidados de conservação permitem que a limpeza da peça não afete suas características iniciais, aumentando a durabilidade e a satisfação do cliente com a marca.

Estocagem de tecidos

A estocagem de tecidos feita de forma errada é capaz de criar rugas permanentes, quando empilhados para ocupar pouco espaço, e alterar cores, se expostos ao excesso de luz.

Sebrae e ABNT recomendam que os rolos de tecidos fiquem sobre pallets ou prateleiras todos em uma única direção, longe da sujeira e da umidade do chão. Nunca devem ser estocados em pé, para evitar marcas eternas. Empilhar como uma fogueira (alternando a direção do rolo) reduz a qualidade do tecido. Também é fundamental mantê-los protegidos da luz do sol ou artificial para que a cor não seja afetada, assim como longe de garagens e de janelas que recebam poluição.

Um tecido íntegro e de qualidade é o ponto de partida para aplicar as tendências e as preferências do público-alvo nas peças.

confeccao-de-lingerie

Rolos de tecidos para lingeries devem ser estocados longe do chão para evitar contato com umidade.

Tecidos para lingerie

A espessura do tecido influencia no caimento e na qualidade da costura. Em panos muito finos, é possível fazer margens de costura menores e, portanto, mais confortáveis para quem usa. Já em tecidos mais grossos, a margem de costura precisa ser maior para evitar o esgarçamento.

Tecidos com alta respirabilidade são os mais recomendados para a confecção de moda íntima. A tecnologia é aliada nessa hora, com opções de tratamento antibacteriano, que inibem a proliferação de fungos e bactérias que causam manchas, para, assim, manter a peça sempre como nova.

Outra característica é a elasticidade do tecido, pois quanto mais a peça se moldar ao corpo, mais confortável ela será, sem incomodar ou marcar sob as roupas.

Os aviamentos também têm papel importante na estética das peças e devem estar em sintonia com os cuidados demandados pelo tecido.

Camisolas, pijamas e baby dolls

Conforto e refrescância devem vir em primeiro lugar. Opte por tecidos leves e com toque gentil na pele.

Calcinhas sem costura

Prefira produzi-las com supermicrofibra ou poliamida com elastano para garantir elasticidade.

Lingeries em geral

A supermicrofibra é a melhor escolha, pois tem secagem rápida, toque macio, é confortável, tem bom caimento e ótima elasticidade.

A Digitale Têxtil é uma empresa fabricante de tecidos tecnológicos para moda íntima, praia, fitness e casual. Entre as bases disponíveis, a Softskin é a mais indicada para produzir lingeries pela fluidez, elasticidade, versatilidade, toque gentil e confortável na pele e excelente rendimento.

Entre em contato com os nossos especialistas para uma consultoria personalizada para a sua confecção. Clique no banner abaixo!

whatsapp-digitale-textil

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio